Honestamente, trabalho em promoção à algum tempo e sempre foi a recibos verdes, independentemente da empresa de promoção ou da magnitude da marca promovida e nunca me pareceu problema. Penso que se todos pararem 10 segundos para pensar, se soubessem de imediato que o trabalho era à comissão e porta-a-porta iriam sequer à entrevista? É-vos dada a oportunidade de tentar, de pelo menos experimentar para ter uma noção de que até tem o seu quê de interessante. Afinal, aqui se denota o preconceito que existe com a função. Magoa fisicamente, cansa e tem condicionalismos, mas considero que acontece o mesmo com todos os remanescentes trabalhos incluindo a dita lavagem cerebral que falam, simplesmente aqui é bem mais explicita (só não o vê que não quer). Um bombeiro, pode queimar-se, um polícia pode morrer, etc... Todos os trabalhos na vida têm bons e maus pontos, em todos somos forçados a fazer coisas que gostamos e outras que não gostamos, a obedecer a chefes e responder a clientes de determinadas formas. Neste momento considero preferível bater porta-a-porta que passar fome ou viver à conta de descontos alheios muito mais justamente destinados para os reformados do nosso país que já trabalharam e lutaram toda a vida e merecem bem mais que uns míseros 200/300€ de reforma do que para jovens com total capacidade física para trabalhar. Bato porta-a-porta todos os dias e não me sinto minimamente "lavada" pois sei que o que ganho é bem merecido e já vi pessoas em contratos de 6 meses a sofrer bem mais que eu. Pelo menos considero que não devo nada a ninguém pois tudo é fruto do meu trabalho, incluindo do tempo que "perdi" a formar colegas quando poderia estar mais no terreno a fazer contractos e encontrar as pessoas certas. É ainda de referir que acho interessante o facto de falarem das pessoas que integram no negócio como ignorantes quando metade das pessoas que comigo trabalham são licenciadas nas mais diversas áreas. Honestamente, não discrimino quem não quer este negócio, verdade é que para aguentar meses é preciso ser forte tanto física como emocionalmente e acho feio que digam tanto mal das pessoas que lá se encontram quando estas apenas se mostraram mais capazes para o referido emprego. Ainda mais digo, em outros empregos denominados "normais" em grandes empresas por vós referidas também só é referida a remuneração na segunda entrevista, e trabalhar apenas à comissão faz com que o empenho seja maior, além de que existem consequências para quem não actue com ética no terreno. Acho feio falar sem conhecimento de causa. Expresso apenas a minha mera opinião. Deixo o resto à vossa consideração pois felizmente vivemos num país livre e cada um sabe de si. Cumprimentos
Em certos casos, além disso, se propõe ceder os dados pessoais a terceiros. Quando proceda, esta circunstância será devidamente advertida aos Usuários nos formulários de recolhimento dos dados pessoais, junto com a identificação da sociedade que está cedendo ao referido terceiro, o tipo de atividades a que se dedica e a finalidade correspondente à cessão. O Usuário poderá se opor em todo momento a qualquer de nossas cessões acima citadas.
Entre tantos aspectos positivos e possibilidades que a internet oferece, sempre há aquela esperança de conseguir usar a rede para fazer um pouco de dinheiro extra. Apesar de ser difícil de conseguir os mesmos ganhos de um emprego normal, ainda é possível ganhar dinheiro na internet de maneira simples com diversos tipos de sites que procuram por serviços específicos. Durante os últimos anos tenho trabalho com alguns deles e separei os melhores para você. Para conhecer alguns dos melhores sites para ganhar dinheiro online, basta conferir nossa lista detalhada logo abaixo!
Contando sobre o resultado que estava tendo para meu cunhado, ele me sugeriu replicar isso com outras pessoas. Como estava indo para o Rio de Janeiro, passar o Ano Novo e o mês de Janeiro viajando pela região, resolvi replicar os simples passos com o Daniel Evangelista (que deixou o depoimento acima). Pelo que ele escreveu você pode ver que dá certo…

O Portal não assume nenhuma responsabilidade decorrente da existência de links entre conteúdos deste site e conteúdos situados fora do mesmo, ou de qualquer outra menção de conteúdos externos a este Website. Tais links ou menções têm uma finalidade exclusivamente informativa e, em nenhum caso, implicam o apoio, aprovação, comercialização ou relação alguma entre o PORTAL e as pessoas ou entidades autoras e/ou administradoras de tais conteúdos ou titulares dos sites onde se encontrem.


Empreendedor digital especialista em marketing de afiliados. Desde 2011 se dedica ao mundo dos negócios online e hoje vive de seus ganhos da internet trabalhando de qualquer lugar do mundo. É co-autor do livro best-seller "Negócios Digitais" com citação na Revista Veja entre os mais vendidos do Brasil. Quer aprender como trabalhar com marketing digital e viver da internet também? Clique aqui para mais detalhes e qualquer dúvida, entre em contato comigo!
Enfim, comentei com uma amiga e ela me falou logo que já tinha passado por uma situação semelhante e contou tudo o que vocês relataram, ela disse que foi horrível e que ainda durou uma semana, coitada.. Fiquei desconfiada e vim procurar saber, enfim, encontrei o vosso relato e já não ponho lá os pés. Andam a enganar as pessoas, colocam anúncio para administrativo e depois querem pôr as pessoas na rua a vender como ambulantes? Nada contra ambulantes, mas há que se falar a verdade, minha amiga também não viu a cor do dinheiro.
Supondo que a Loja A tem um programa de afiliados para a venda de um produto, o empreendedor digital coloca os anúncios gráficos no seu blog, e por cada cliente que adquirir esse produto da Loja A, ele recebe uma comissão fixa ou variável. Existem centenas de programas de afiliados disponíveis na internet, em praticamente todas as aéreas de negócios.
Ao dominar o poder de alguns empregos oferecidos pela Internet, você pode otimizar tanto sua labuta que pode parecer que você está fazendo com que o dinheiro venha facilmente. Com tantas oportunidades de ganhar dinheiro online, pode ser difícil saber quais ofertas são legítimas e honestas. No entanto, existem também muitos sites respeitáveis para ajudar alguém a investigar os detalhes sobre os vários postos de trabalho online.
Eu adoro fazer dinheiro online, e uma das minhas formas preferidas para fazer dinheiro online, é a criaçao de sites. Eu criei um site que da para ganhar uns trocos, mas acima de tudo porque é divertido criar e gerir um site. Recomendo a todas as pessoas a fazerem o mesmo. Hoje em dia nao é assim tao dificil criar um site, eu uso o weebly, que é uma plataforma de criaçao de sites super facil de usar. Se tiverem uma ideia original, podem ter um site de sucesso e ganhar algum dinheiro.
Dica para equilibrar trabalho e maternidade: “Muitas mulheres passam a querer empreender depois da maternidade. Para ter equilíbrio, delegue! Posso dizer que, no meu caso, tudo tem dado certo porque posso contar com uma rede de ajuda incrível. Tanto para cuidar da minha filha, como do negócio. Não tentem fazer tudo sozinhas. A maternidade não tem nada a ver com solidão e, sim, com solidariedade. Aceitem ajuda de familiares, babás, escola… Porque na hora H, para o cliente, pouco importa se você tem filhos e ainda tem uma casa para organizar. É preciso cumprir um prazo! Empreender significa ter responsabilidade, justamente para que seja uma solução e não um novo problema”.
É impressionante a quatidade de nomes que já vi esta empresa ter, desde Axes Market, Ambição Internacional, Infolivre, Codico e agora DESLUMBRE-ÊXITo. Estes tipos só podem andar fugidos às finaças ou então é outra aldrabice qualquer que desconhecemos por completo. Legais é qaue eles não devem estar mesmo. Conhecem alguma empresa de prestígio como a PT,a Galp, a EDP, a Nestlé e por aí a mudarem de nome em cada novo anúncio? Nesta empresa devem existir pormenores e factos muito mais escabrosos do que imaginamos. Vamos acabar com esta gente de merda.
O processo de procura de um emprego, a transição entre trabalhos, a solicitação de benefícios por desemprego e a contratação de novos funcionários, tudo isso cria muitas oportunidades para golpistas da internet enganarem as pessoas. Felizmente, porém, com alguns passos simples é possível aprender a evitar essas situações potencialmente desastrosas e se proteger contra o golpe do falso emprego.
Andava eu a pesquisar na internet para obter mais informações acerca da dita empresa (com um nome bastante pomposo!) e ei senão quando a minha mãe - que desde ontem andava com a pulga atras da orelha - descobriu este fantástico blog. Foi muito bom isto ter acontecido, pois tive a oportunidade de ler alguns dos vossos esclarecedores comentários e assim poupar cerca de 500 km, tempo, dinheiro, paciência,etc. Só não percebo o que a IGT/ACT/... anda a fazer que nunca detecta este tipo de coisas a tempo.
De acordo com a legislação brasileira, não é permitida a publicação de itens discriminatórios nos anúncios de emprego, tais como sexo, idade, raça, religião, condições de saúde, opção sexual, opinião política, nacionalidade, origem social, restrição creditícia ou comprovação de experiência profissional superior a seis meses. As informações citadas nas vagas são de total responsabilidade da empresa anunciante e contratante do serviço.
Em ambos os meios, a comunicação deverá ser clara quanto à solicitação do usuário. A entrega dos dados de caráter pessoal através de qualquer meio estabelecido no Portal, supõe a autorização expressa do Usuário para realizar o tratamento assinalado nos parágrafos anteriores. Não obstante, se não desejar que seus dados de caráter pessoal fornecidos sejam tratados com fins comerciais e para o envio de publicidade própria ou de terceiros, dos setores mencionados, poderão opor-se solicitando o cancelamento de envio das mensagens, preferencialmente, através de link próprio para a exclusão ou conforme outra orientação indicada no rodapé da publicidade.
Encontre trabalho. Inicialmente, pode ser necessário aceitar “jobs" para escrever sobre assuntos que não são tanto de seu interesse; no entanto, é importante ter a cabeça aberta e estar disposto a aceitar trabalhos que não sejam do campo procurado. No entanto, com o passar do tempo e após aprender sobre mais assuntos, será possível desenvolver sua reputação, permitindo que tenha mais liberdade para escolher os trabalhos que deseja fazer.[20]
Pode ser que você encontre algumas dificuldades no inicio, mas procure divulgar para as amigas, pessoas no próprio bairro e utilize a internet para ir tornando popular os seus serviços. A partir do momento que conseguir formar uma clientela fiel, certamente você conseguirá se estabilizar e ganhará ainda mais dinheiro com os serviços em casa, mesmo sendo mãe.
Escreva amostras. Ao começar a trabalhar como freelancer, pode ser difícil conseguir trabalho sem ter publicado nenhum texto como amostra ou exemplo. No entanto, é possível conseguir redigi-los se estiver disposto a escrever de graça, publicando o conteúdo no próprio blog ou site, por exemplo. Outra opção é escrever como convidado para o site de um amigo ou conhecido em troca de uma recomendação.[21]
Dica para equilibrar trabalho e maternidade: “Muitas mulheres passam a querer empreender depois da maternidade. Para ter equilíbrio, delegue! Posso dizer que, no meu caso, tudo tem dado certo porque posso contar com uma rede de ajuda incrível. Tanto para cuidar da minha filha, como do negócio. Não tentem fazer tudo sozinhas. A maternidade não tem nada a ver com solidão e, sim, com solidariedade. Aceitem ajuda de familiares, babás, escola… Porque na hora H, para o cliente, pouco importa se você tem filhos e ainda tem uma casa para organizar. É preciso cumprir um prazo! Empreender significa ter responsabilidade, justamente para que seja uma solução e não um novo problema”.
×