Com o sucesso nas redes sociais, fazer um e-commerce logo se tornou uma necessidade, então, escolhi uma plataforma pronta, que atendesse à demanda. E deu supercerto! Como a venda dos tricotins começou e cresceu online, não consigo pensar em levá-lo para o offline, ao abrir uma loja, por exemplo. O que não significa que o virtual seja mais fácil. Lidar com a demanda imediata de um produto artesanal, que leva tempo para ser produzido, é uma delas. Meu produto é personalizado, todo feito a mão, apenas sob encomenda. E, muitas vezes, o prazo se torna um problema -- as pessoas querem tudo pra ontem! Pelo fato de ser online, as pessoas imaginam que tudo será mais rápido e, na prática, não é bem assim. Mas estou trabalhando duro para melhorar isso. Até porque até hoje não consegui parar para fazer um planejamento da empresa -- cresceu mais rápido do que eu havia imaginado e demanda muito tempo. Essa falta de organização estrutural me dá a constante sensação de estar sempre um passo atrás.

Ficam, ainda, muitos pormenores escabrosos por relatar, pois a lista é quase infinita. Gostaria apenas, por enquanto, de alertar tod@s @s jovens que se encontram à procura de emprego para que não caiam nesse esquema. Eles têm anúncios em sites de emprego legítimos, e ao que parece, mudam o nome e a localização dos escritórios com alguma frequência, portanto é possível que se venham a deparar com a mesma empresa sob outro nome. De momento, o nome AXES MARKET continua a constar nos anúncios.

Outra coisa a lembrar é que o entrevistador não é seu inimigo. Afinal de contas, ele provavelmente também teve de se candidatar ao emprego dele, de modo que sabe como você se sente. Na realidade, ele pode estar nervoso, visto que talvez tenha recebido pouco ou nenhum treinamento sobre como fazer uma entrevista. Além disso, se é o empregador quem faz a entrevista, ele talvez tenha muito a perder se escolher a pessoa errada para o emprego.
Além de responder a anúncios, você deve, assim como Katharina, reservar tempo cada semana para entrar em contato com empresas que talvez tenham serviços que você possa fazer. Não espere que elas anunciem empregos. Se um gerente disser que não tem nenhum trabalho para você, pergunte a ele se sabe onde mais poderia procurar e com quem deve falar especificamente. Se ele lhe der uma sugestão, marque uma entrevista com aquela empresa, e mencione o nome da pessoa que o indicou.

Acabei por ir à entrevista em Almada que por sinal foi muito rápida. Pertencem ao Grupo BF e por mais que se faça perguntas não dão grandes pormenores sobre o tipo de trabalho que se tem de fazer nem relação a pagamento, só falam um pouco que se tem formação com o objectivo de ser gerente/lideres de equipa e que o ordenado base anda em média nos 800€ onde as vendas não são importantes mas sim a divulgação. Fiquei terrivelmente desconfiada com tudo. Fui pesquisar o site tal como me tinham sugerido e fiquei ainda mais desconfiada quando se clica nos serviços e são tudo becos sem saida. Neste blog acabei por ter a confirmação que é tudo uma grande fraude tal como o meu 6º sentido me disse. Muito obrigada e temos mesmo de continuar a divulgar e denunciar esta gente!!!! (Enquanto escrevia o comentário ligaram-me a dizer que tinha sido aprovada para 2ªf ir a formação, a qual recusei até porque já tenho formação paga para outro trabalho para uma empresa edónia e muito conhecida! :) MUITO OBRIGADA)


2. Os proprietários estão a alugar a sua vivenda ou apartamento e são burlados por um “inquilino”. Os “inquilinos” contactam as vítimas, geralmente por correio electrónico e expressam interesse em alugar a vivenda ou apartamento. Os burlões enviam um cheque para a caução mas depois cancelam o negócio. As vítimas devolvem o dinheiro e descobrem mais tarde que o cheque era falso.
Com o sucesso nas redes sociais, fazer um e-commerce logo se tornou uma necessidade, então, escolhi uma plataforma pronta, que atendesse à demanda. E deu supercerto! Como a venda dos tricotins começou e cresceu online, não consigo pensar em levá-lo para o offline, ao abrir uma loja, por exemplo. O que não significa que o virtual seja mais fácil. Lidar com a demanda imediata de um produto artesanal, que leva tempo para ser produzido, é uma delas. Meu produto é personalizado, todo feito a mão, apenas sob encomenda. E, muitas vezes, o prazo se torna um problema -- as pessoas querem tudo pra ontem! Pelo fato de ser online, as pessoas imaginam que tudo será mais rápido e, na prática, não é bem assim. Mas estou trabalhando duro para melhorar isso. Até porque até hoje não consegui parar para fazer um planejamento da empresa -- cresceu mais rápido do que eu havia imaginado e demanda muito tempo. Essa falta de organização estrutural me dá a constante sensação de estar sempre um passo atrás.
Cada vez mais mulheres optam por trocar as responsabilidades do mundo corporativo por uma nova e ainda mais árdua, ainda que deliciosa, função: ser mãe.  Mas o tempo passa, a licença-maternidade acaba, e aquela vontade de voltar ao mercado de trabalho aumenta na mesma proporção a coragem de deixar o bebê diminui. O dilema comum é resolvido de maneira prática por muitas mulheres: trabalhar em casa. CRESCER conversou com quatro mães empreendedoras que abriram negócios que funcionam pela internet para acompanhar a maternidade de perto. Inspire-se e tire sua ideia do papel!
×