Não existe somente o Facebook para você comprar tráfego, como já dito acima. Aliás, com tantas contas de anúncios sendo canceladas (mau uso e por “implicância do Face), é melhor diversificar suas fontes de tráfego pago. Isso inclui você abrir os olhos e testar Youtube Ads, Google Adwords, Bing Ads, Native Ads, Mobile Ads (atenção aqui) e os demais que forem surgindo.
O Portal da Web pode conter links para sites de terceiros colocados por nós como um serviço para os interessados nessas informações ou publicados por outros Usuários ou anunciantes. O uso de todos esses links para sites de terceiros é por sua conta e risco. Nós não supervisionamos ou temos qualquer controle sobre sites de terceiros. Na medida em que esses links são fornecidos por nós, eles são fornecidos apenas como uma conveniência, e um link para um site de terceiros não implica em nosso endosso, adoção, patrocínio ou afiliação a tal website de terceiros.
“Quando engravidei, comecei a pesquisar tudo sobre maternidade, até porque, era um mundo completamente novo e cheio de dúvidas. Na época, comecei a publicar insights da minha gravidez no meu Instagram pessoal. E notei que as pessoas que curtiam e comentavam não eram meus amigos, nem meus familiares. Foi aí que meu marido me deu a ideia de fazer uma conta voltada exclusivamente para a minha gravidez. E fiz, sem pretensão nenhuma, o Mundo da Maria Fernanda. Só sei que, em uma semana, eu tinha mais de mil seguidores. Hoje, tenho quase 50 mil seguidores e sinto mais dificuldade do que no início. Isso porque, desde que comecei, há dois anos, teve um boom de contas no Instagram sobre maternidade, o que dividiu o público. Enquanto eu estava grávida, eu também tinha mais tempo para postar e a função me deixava ocupada: dividia com meus seguidores detalhes da decoração do quarto da Mafe, tudo sobre o enxoval, dicas para montar a mala de maternidade e também falava sobre temas voltados à saúde, como enjoo (que tive bastante) e melasma na gravidez. Eram dicas voltadas às futuras mães. Agora, falo de tudo um pouco dentro desse universo. No início, eu não cobrava publipost [posts feitos em troca de publicidade], hoje já cobro - mas apenas de novas parcerias, pois acredito que as antigas me ajudaram a chegar até aqui.  Publipost funciona assim: para que eu faça a divulgação de determinada marca ou produto, cobro um valor.
×