Se você gosta de trabalhar com computadores e internet essa é uma ótima opção. Há várias maneiras de trabalhar nessa categoria, seja como Afiliada (divulgando Info produtos e ganhando comissões), com seu próprio site que pode ser de um assunto que conheça ou queira aprender, divulgando produtos pelo Youtube através de vídeos. Opções de aprendizado: Fórmula Negocio Online ou Top Afiliado
Outra atividade muita valorizada atualmente e que pode ser feita totalmente online é a de design. Os trabalhos mais procurados nessa área são a produção de logotipos, material gráfico, ebooks e infográficos. Se você tem facilidade e habilidade na área pode começar a trabalhar online oferecendo esse tipo de serviço. Os mesmos sites que oferecem oportunidades para programadores também dispõe de trabalhos para design.
Não esconda seus dons. Comece a produzir objetos e procure lojas para vendê-los, ou abra seu próprio estabelecimento. Mas caso você não queira trabalhar com lojas físicas, há também a possibilidade de ter o seu e-commerce, que é uma loja virtual na qual você coloca as fotos daquilo que vende com os preços e realiza as transações comerciais pela internet. Assim que a pessoa efetivar a compra, você só terá que enviar o produto para o local que o comprador se encontra.
2. Os proprietários estão a alugar a sua vivenda ou apartamento e são burlados por um “inquilino”. Os “inquilinos” contactam as vítimas, geralmente por correio electrónico e expressam interesse em alugar a vivenda ou apartamento. Os burlões enviam um cheque para a caução mas depois cancelam o negócio. As vítimas devolvem o dinheiro e descobrem mais tarde que o cheque era falso.

Sra Psicóloga, deixe-me corrigi-la: se pesquisar na internet alguns nomes de empresas da mesma família(está a ver essas folhinhas que estão afixadas na parede da "atmosfera" com os rankings de vendas, com o objectivo de provocar o greed nos colaboradores...?)ou mesmo o nome do director vai ver que não é só em Portugal que há neuróticos com a mania da perseguição; também os há, pelo menos, em Espanha e no Reino Unido, aos milhares, a relatarem os mesmos factos.
“Quando engravidei, comecei a pesquisar tudo sobre maternidade, até porque, era um mundo completamente novo e cheio de dúvidas. Na época, comecei a publicar insights da minha gravidez no meu Instagram pessoal. E notei que as pessoas que curtiam e comentavam não eram meus amigos, nem meus familiares. Foi aí que meu marido me deu a ideia de fazer uma conta voltada exclusivamente para a minha gravidez. E fiz, sem pretensão nenhuma, o Mundo da Maria Fernanda. Só sei que, em uma semana, eu tinha mais de mil seguidores. Hoje, tenho quase 50 mil seguidores e sinto mais dificuldade do que no início. Isso porque, desde que comecei, há dois anos, teve um boom de contas no Instagram sobre maternidade, o que dividiu o público. Enquanto eu estava grávida, eu também tinha mais tempo para postar e a função me deixava ocupada: dividia com meus seguidores detalhes da decoração do quarto da Mafe, tudo sobre o enxoval, dicas para montar a mala de maternidade e também falava sobre temas voltados à saúde, como enjoo (que tive bastante) e melasma na gravidez. Eram dicas voltadas às futuras mães. Agora, falo de tudo um pouco dentro desse universo. No início, eu não cobrava publipost [posts feitos em troca de publicidade], hoje já cobro - mas apenas de novas parcerias, pois acredito que as antigas me ajudaram a chegar até aqui.  Publipost funciona assim: para que eu faça a divulgação de determinada marca ou produto, cobro um valor.
×