INFOJOBS.COM.BR estabelece dois mecanismos mediante os quais os candidatos que os solicitem possam excluir-se desse serviço de forma simples e gratuita. Para isso, o candidato deverá entrar em "Acesso Candidatos", efetuar login em seu "Menu Privado", e na seção "receber vagas por e-mail" desativar a opção de receber este serviço. Da mesma forma, poderão excluir-se do serviço seguindo as instruções indicadas no rodapé do corpo do correio eletrônico.
Li todos os comentários e vejo que há pessoas que gostam de anganar e ser enganadas, e dessas só quero é distância. Os outros, bem, não posso dizer que sei como se sentem, porque a verdade é que não sei o que é isso (e espero muito sinceramente nunca vir a saber), mas já tentaram fazer queixa às autoridades? Não vi nenhuma referência a isso e talvez seja um bom primeiro passo a dar. Se as autoridades não conseguirem fazer nada, então sim devia-se tentar espalhar a palavra pelos órgão de comunicação social para conseguir fazer com que as pessoas se apercebam desta triste realidade e os aldrabões não enganem mais ninguém.
Ainda sinto que preciso me organizar melhor: tem horas que eu não sei se estou na minha casa ou se estou no meu escritório! Os ambientes ainda se misturam muito. Mas acredito que com prática e experiência vou saber controlar melhor meus horários e fazer com que as pessoas entendam que, de tal hora a tal hora, é como se eu nem estivesse lá. Outra coisa que eu faço e me ajuda é, por exemplo, retornar e-mails de clientes apenas uma vez ao dia, no fim da tarde. Assim, não sou constantemente interrompida com as mensagens. Ah, e ainda vou virar vlogger: pretendo lançar até junho um canal no Youtube para dar dicas de contabilidade para mulheres. Para me organizar, preferi concentrar os pagamentos do meu trabalho pelo PayPal. Dessa forma, consigo controlar melhor a entrada e saída de dinheiro.
Encontre itens para vender, passando um “pente-fino” em sua casa. Separe alguns dias ou um fim de semana para “limpar” e juntar tudo que não precisa, identificando itens que podem ser vendidos, doados e jogados fora. Categorize as coisas que deseja vender, já que isso facilita a saída deles em sites.[26] Outra opção é comprar produtos para revender na internet.

Cada vez mais mulheres optam por trocar as responsabilidades do mundo corporativo por uma nova e ainda mais árdua, ainda que deliciosa, função: ser mãe.  Mas o tempo passa, a licença-maternidade acaba, e aquela vontade de voltar ao mercado de trabalho aumenta na mesma proporção a coragem de deixar o bebê diminui. O dilema comum é resolvido de maneira prática por muitas mulheres: trabalhar em casa. CRESCER conversou com quatro mães empreendedoras que abriram negócios que funcionam pela internet para acompanhar a maternidade de perto. Inspire-se e tire sua ideia do papel!
×