Como muitos de vocês, assim que me acabei de candidatar ligaram-me, mas reparei no pormenor que nem tinham olhado para o meu CV, e assim que comecei a falar com a pessoa percebi que algo não batia certo, pesquisei o nome e encontrei este site. Felizmente só perdi uns minutos da minha vida com isto, nem sequer vou à prontamente marcada entrevista...

“Trabalhava em uma agência de propaganda e, assim que comuniquei que estava grávida, fui demitida. Passei a gravidez inteira pensando no que faria para ganhar dinheiro - o que foi ótimo, pois consegui me planejar com calma e organização. Só tinha uma certeza: não queria ser apenas um número em qualquer empresa; não seria mais descartável. Então, fui ser minha própria chefe. A ideia de lançar minha marca infantil, a It Babies, surgiu quando comecei a procurar roupas para a minha filha e tive dificuldade de encontrar peças básicas e acessórios descolados. Foi aí que identifiquei uma brecha no mercado. Para poder ficar com a minha filha, optei pela venda online, pois conseguiria trabalhar e divulgar os produtos de casa. Além disso, é uma opção mais barata, pois não pago aluguel, não preciso de funcionários, não tenho horário. A plataforma online é mais prática também: o controle do estoque é automático e a exposição dos produtos é mais organizada. Apesar de ser virtual, o cliente se sente mais seguro quanto ao pagamento e políticas de troca do que ao fazer uma compra pelo Instagram, por exemplo. Para escolher a plataforma que melhor me atendia, pesquisei muitas lojas virtuais e fui anotando tudo de que gostava e não gostava sobre o processo de compra. Passei tudo para uma agência especializada e eles me deram sugestões. Uma boa plataforma faz toda a diferença, pois é o que substitui o contato físico; é a ponte entre você e o consumidor.

Acho muito interessante que publiquem o que tem acontecido com voçes mas acho que deviam analisar melhor as coisas,pois estao a falar de uma tal empresa internacional marketing e de uma axes market e essas empresas nao fazem parte do grupo bf, estao a por em questao a empresa bf e eu queria deixar o meu testesmunho a bf grupo esta em portugal a 25 anos, tem 35 escritorios em portugal e 100 em espanha neste momento 3000 pessoas a trabalhar com contrato de trabalho e tudo legal, esta implantada na avenida da liberdade num edificio de 8 andares e todas as empresas do grupo estao legais e registadas portanto nao confundam as coisas nem misturem essas empresas que falaram com a bf grupo, pois se pesquisarem bf grupo na internet va ver realmente o que é a empresa e nao é nenhuma aldrabice nem nenhuns burloes.
Um domínio é como uma morada e todos os websites precisam de um. Há domínios que foram vendidos por milhões. Em 2010 o domínio "Insurance.com", relacionado com seguros, foi vendido por cerca de 31,7 milhões de euros. É muito provável que não encontre um nome de domínio tão exclusivo e único que lhe renda milhões de euros. Segundo um estudo sobre o mercado de domínios online, realizado pela Verisign, no final de 2016 existiam mais de 329,3 milhões de domínios. É, portanto, possível perceber que muitos nomes já se encontram em utilização. Porém, isto não invalida o facto de poder encontrar alguns que lhe rendam algum dinheiro extra no final do mês.
Quanto ao comentador que procura uma mulher a dias com salário ao mês e tudo o resto: limpar sanitas não é mais nem menos vergonhoso que ser vendedor porta-a-porta, mas trabalhar com comissões e independência fictícia está muito abaixo daquilo que o nosso povo conquistou. Qualquer Zara ou McDonalds(para falar das empresas em que vocês mais baseiam os vossos argumentos) trabalha com contratos e horários de acordo com a lei. Podem pagar o salário mínimo, mas pelo menos esse é garantido.
Muito semelhante com o trabalho acima, porém ainda mais específico. Essa é A carreira de 2016. Se você gosta de trabalhar com redes sociais, se entende um pouco dos segredos de marketing e possui grande número de seguidores (leais), bem, então você poderia estar ganhando dinheiro com isso. Alguns influenciadores de mídia social possuem um engajamento tão alto que chegam a ganhar milhares de dólares por publicação... Por que isso funciona! De outra maneira, as marcas não estariam investindo tanto nas “vitrines virtuais” se não houvesse retorno, certo?
Nos últimos anos, cresceu o uso da internet na busca de um emprego, mas, com isso, aumentou também a ocorrência de golpes, que incluem falsas ofertas de trabalho. Isso porque há quem queira se aproveitar desse momento de fragilidade da pessoa desempregada para conseguir dinheiro dela, colocando anúncios e até mesmo ligando para ela, oferecendo uma oportunidade de trabalho. /injects>
×